E Depois do ZNA Gathering

Depois do ZNA Gathering ficou a saudade de ver os sorrisos rasgados e abraços apertados de milhares de pessoas, amigos ou ilustres desconhecidos, portugueses e estrangeiros de várias partes do Mundo. Daquela monstruosa vibração produzida por todos ao som de uma música sem letra.

Saudade de dançar como se ninguém estivesse olhando, de correr em direcção à torneira mais próxima para molhar o pano e a cabeça! 

Aquelas tardes na praia a rir e a observar a traquilidade das águas a perder de vista, às vezes confundida se estava no Meco ou no ZNA…

Da simpatia, empatia e conecção com todos os Djs que por ali passaram, nunca em tantos anos de festas tinha visto tanta felicidade nos artistas em estarem ali connosco a vibrar ao som da música!

Depois do ZNA tive de habituar-me a dormir com o silêncio, e não ter mais de acordar às 8:00 e ir a correr em direcção ao dance floor, praticamente em pijama para ouvir Total Eclipse e GMS.

Até o verão tímido e sombrio apareceu! E abraçou o ZNA Gathering com toda a sua força. Dando assim condições para que um virús muito mal se desenvolvesse, uns dizem que foi na comida, outros derivado às condições de higiene, e há quem diga que veio de avião ou de Tuck-Tuck… Sabemos todos que este tipo de situação já aconteceu no Boom e no Universo Paralelo, ambos Festivais de muito calor, com condições propícias para o bicharada.

Seja como for, é certo que afectou muitas pessoas (eu inclusivé), e parece que anulou o prazer dos dias todos que Zambujamos juntos… Confirmando assim que até para sofrer somos livres nas nossas escolhas.

Depois do ZNA Gathering ficou claro que a brincadeira de amigos (EMEL), é agora uma organização/sociedade. E e por isso, como tantos outros bons festivais que já passaram por essa fase, agora é o momento, para se fazer um levantamento/avaliação de forma a encontrar soluções de melhoria. 

Se as  casas de banho poderiam ser limpas mais vezes, se o Bar parecia não conseguir acompanhar as necessidades das pessoas, se as garrafas de água eram muito pequenas. Enfim, já que o público tanto tem contribuído para apontar o que esteve mal, é só apanhar a boleia dessa onda de indignação e partir para um bom planeamento para 2021.

Depois do ZNA quero agradecer às pessoas que trabalharam muito para que tudo desse certo. Pessoas altamente empenhadas para que o Festival corresse bem, que durante dois meses levantavam-se às 8:00 e não tinham hora para deitar, que quase não tinham tempo para as refeições, e que faziam o seu trabalho e aindam tinham forças para ir ajudar os outros. muito suor de trabalho debaixo daquele calor. O meu profundo agradecimento para aquelas pessoas que amam realmente o que fazem. Festivais lindos como o ZNA Gathering. Por essas pessoas e pelos bons momentos que tive. Muito obrigada! Esta Merda é mesmo Linda! 

É tão bom estares aqui! Se sentes o mesmo, segue-nos e partilha com quem mais gostas ^ )^!
error0
Sobre Vais ao Blog 13 artigos
Sou a Nolla e o meu primeiro contacto com as Festas de Trance foi no ano 2000, na Marateca. O envolvimento foi imediato, do qual resultou uma relação séria que dura até hoje. Adoro as Festas e Festivais, mas prefiro eventos de menor dimensão. Tenho acompanhado o movimento retrodélico EMEL, OSG, ZNA.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta